Trilha no mato e liderança: qual a relação?

Atualizado: Jul 20



Será que tem alguma relação trilha no mato e liderança? Vamos pensar juntos.


Há anos moro em um sítio. Esta experiência tem sido muito rica para o meu desenvolvimento como pessoa; por vezes me pego contemplando a vida como ela acontece aqui. Como sou curiosa pela liderança procuro identificar que forma ela pode se manifestar.


Liderança não é um passeio na rua. É mais como fazer uma trilha no mato. Existem regras, tanto para fazer uma trilha, como para liderar. Então, as regras dão condições de executar a tarefa com mais segurança.


Logo, no meu ponto de vista, as regras são necessárias para a sobrevivência. Sobreviver aos caminhos que por vezes podem se tornar escorregadios. Quer numa situação, quanto em outra.


As regras sustentam uma prática. Daí podemos inferir se queremos uma liderança sustentável, alguns pontos de atenção devem ser ponderados. Eles permitem o desenvolvimento de uma liderança sustentável.




Veja a relação trilha no mato e liderança

Então: como aproveitar a experiência em caminhar no mato com a arte de liderar? Acredito seguindo algumas regras.


REGRAS


NUNCA SÓ.


Quando entrar no mato para caminhar nunca o faça sozinho. Uma vez que sozinho não terá ninguém para ajudá-lo quando entrar em apuros. Não terá ninguém para aprender. Ninguém para ajudar.

Entretanto com outra pessoa na trilha você poderá ajudar e ser ajudado. Durante a caminhada você pode procurar ativamente por feedback e apoio, aprenda a ouvir. Uma vez que liderança sustentável sempre é construída com outras pessoas e não é um caminho sozinho.





EQUIPAMENTOS CERTOS


Verifique sempre antes de entrar no mato se está vestido de forma a se proteger dos ganhos; com um sapato que dê segurança ao seu andar; está levando água. Tem algum facão ou instrumento que possa ser útil para esta caminhada no mato.

Quando você entra com os equipamentos certos, você poderá se sentir mais forte e mais seguro para a sua aventura.

Entretanto, às vezes, nem todos os equipamentos estão adequados, é preciso se preparar e avaliar o que é necessário. Agora olhe para você como líder: o que faz de você um líder modelo?

Para pensar: o caminho é longo – se você leva uma mochila com 10kg e precisa dar mais de 10.000 passos morro acima – será que vai dar conta? Então, tem algo descompensando – você precisa simplificar, reduzir.

Será que na sua liderança isto também não precisa ser feito? Simplificar sempre, sem ser simplista.



AUTO AVALIAÇÃO


Para ser um líder de sucesso antes de começar a se cobrar procure se conhece. Superestimar as condições da trilha pode encrencar você e outros.

Logo, não adianta fingir ser mais forte e mais apto que você realmente é. Lembre-se: no mato o grupo é tão forte quanto o seu membro mais fraco. Vem uma pergunta: como líder é necessário ser o mais forte?

No meu ponto de vista, não necessariamente. No entanto, caso você queira ser exemplar, é melhor não deixar ninguém para trás.



PREPARAÇÃO


Somente assim que se melhora as aptidões quer pessoais, quer profissionais. Situações difíceis e gerenciar riscos pode ser previsto e para tanto dá para se preparar quando estas situações acontecerem. Preparar-se pressupõe o conhecimento sobre a trilha à frente.

Reconhecer o terreno e preparar o corpo para a jornada. Resumindo é necessário procurar pelas pontos chave, informações relevantes daquela trilha que antes da marcha mato acima deve ser compartilhada e ponderada com o grupo. E para você, isto tem relação com a liderança de uma equipe? Para mim, tudo!

Então, trilha no mato e liderança tem quais pontos de conexão?



ADAPTAÇÃO.

Acomodar o seu ritmo a trilha é o primeiro passo, por isto você precisa é definir o seu destino pessoal. Isto se faz necessário para você na trilha dar cada passo com segurança e evita a exaustão. Cada passo é importante.

Como resultado não vá correndo na trilha, de passo a passo. Chegar logo no destino, nem sempre é a melhor estratégia. Ter momentos de recuperação durante a viagem, paradas são necessárias. Isso fará a trilha muito mais agradável e o esforço sustentável.

A lição: cada passo deve ser desfrutado no seu ritmo e do seu grupo. De nada vale chegar sozinho - parece que o melhor é chegar juntos.


ESCOLHER

Eleja que trilha será foco da caminhada. Nem sempre se escolhe a trilha mais íngreme. Logo, existem possibilidades, que devem ser ponderadas. Às vezes você precisa caminhar ao redor da montanha para encontrar um local adequado para começar a andar. Então escolha a forma que é melhor para você e sua equipe.

Se matar não é uma opção, então tome um caminho que seja o melhor para o momento que vocês estão. Isso não soa emocionante para você? O mais importante é que você chega, onde você quer chegar? Quando escolher a forma, aceite que a trilha é sinuosa, um sobe e outro desce.



APRECIE.

Admire a paisagem mesmo quando a trilha é dura, divirta-se enquanto caminha. É excepcionalmente relevante olhar para a paisagem ao seu redor e aproveite o momento, viva o aqui-agora. Existem muitas coisas acontecendo.

Não só aprecie – torne-se parte da paisagem. Como líder você não precisa estar na vanguarda, o tempo todo. Deve estar a sua equipa no seu alvo, que é sua verdadeira missão. E para fazer isso, você precisa se tornar uma parte do contexto da equipe.






PONTO DE ATENÇÃO


Trilha no mato e liderança: fica a dica! Pratique mais. Tornar-se consciente das suas ações.


Lendo estas regras percebo que elas parecem ser válidas para qualquer um, independentemente de serem ou não líderes. Isso é verdade.


É verdade que alguém em uma equipe potencialmente pode assumir o papel de um líder. Isto não deve estar associado a uma função. Além disso, quando falamos de liderança pessoal, é sobre como cuidar de si mesmo e dos outros. Todo mundo pode fazer isso como um líder, como colega, como mãe, como amiga.


Espero que - 7 regras da trilha no mato que você pode utilizar como líder - este post tenha contribuído para a reflexão da liderança sustentável, compartilhe comigo a sua percepção – denise@institutorealiza.com.br.


Aproveite para fazer a avaliação de roda da sua vida – quão satisfeito você está com as coisas que estão acontecendo para você. Para começar agora a regra 4 – auto-avaliação.


E aí, você tem uma liderança sustentável?


Ah, fiz um vídeo para ilustrar este post - vá lá no Instagram e curta ele https://www.instagram.com/tv/CCKDkMclo-m/?utm_source=ig_web_copy_link


48 visualizações

R. Dr. João Colin, 1285 - América, Joinville - SC, 89201-010, Brasil

  • Google Places
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn

©2020 por Instituto Realiza Terapias Integradas.