O que é psicoterapia?


Para auxiliar na resposta desta pergunta: o que é psicoterapia? Vamos a algumas considerações:

Primeiro: quem realiza e o que utiliza


A psicoterapia é um tipo de atendimento em que o profissional, o Psicoterapeuta, recebeu estudo e treinamento supervisionado especializado para realizar tal função. Cursar a faculdade de Psicologia dá ao indivíduo o título de Psicólogo, mas nem todo psicólogo formado segue a carreira de Psicólogo Clínico, ou Psicoterapeuta. Ao realizar um acompanhamento psicoterápico você faz um tratamento onde são aplicados os conhecimentos adquiridos no estudo da Psicologia e da Psicopatologia, com o objetivo de auxiliá-lo a minimizar o sofrimento psíquico que esteja enfrentando.




Segundo: qual o papel da psicoterapia?


Reconheço que um dos principais papeis da Psicoterapia é levá-lo ao conhecimento de si próprio, criando um espaço para o aprendizado, o crescimento, o amadurecimento e a transformação.


Realizando o acompanhamento psicoterápico você terá a oportunidade de entrar em contato com vários conteúdos, emoções e comportamentos que fazem você ser quem é. Saber um pouco mais sobre si mesmo traz o ensejo de se compreender.


Dito de outra forma, com o processo e as suas reflexões no decorrer do tempo de psicoterapia você constrói condições de melhor enfrentar as dificuldades que a vida traz diariamente a você.


Por meio das sessões semanais - tratamento recomendado inicialmente- você tem a chance de reestruturar conteúdos, redescobrir sua criatividade e rever sua forma de reação ao comportamento das outras pessoas, tornando-se mais consciente de si e do ambiente a sua volta.


Psicoterapia é um momento em que você aprende sobre você mesmo. Com sua confiança restaurada o espaço para doenças psíquicas diminui.




Terceiro: qual a condição para a psicoterapia dar certo?


São algumas atitudes necessárias para colocar em ação a sua melhor versão, são elas:


Atitude 1: é reconhecer que está com dificuldades, estar consciente de seu estado de sofrimento psíquico.


Atitude 2: é preciso querer participar do processo psicoterapêutico, comprometendo-se com as sessões.


Atitude 3: é buscar por um profissional com a devida formação é muito importante.


Atitude 4: é de se criar o vínculo terapêutico. Este vínculo é construído na parceria com o psicoterapeuta com o qual você e ele devem ter empatia, uma vez que para você conseguir se sentir a vontade para expor seus conteúdos internos.


Atitude 5: é ter paciência. É preciso ter consciência de que a psicoterapia é um processo que demanda tempo e dedicação. Os resultados, por mais que você queira, não são imediatos.


Atitude 6: ter consciência que mudanças de comportamento requerem tempo. Respeitar seu ritmo é importante! É melhor realizar mudanças de modo calmo mas firme, do que mudanças rápidas que você não conseguirá sustentar. À medida que as mudanças forem se concretizando, os sintomas que antes eram tão complicados e que geravam sofrimento tendem a ir desaparecendo.




Quarto: quando devo buscar a psicoterapia?


  1. Quando perceber que quer se conhecer melhor, para que consiga lidar melhor com as situações do dia-a-dia. Aumentar seu potencial pessoal porque sabe que é capaz de ser melhor.

  2. Se sentir que algo não está confortável no seu dia-a-dia, que não está feliz, que questões internas o prejudicam, que está tendo dificuldades para superar problemas que antes não o atingiam

  3. Quando perde algo: quer por morte, separação, demissão. Costumeiramente nos momentos de perdas e crises nos tornamos vulneráveis, e com o ajuda de um profissional habilitado neste momento pode ser bom.


Resumindo: o momento de buscar a psicoterapia é quando a insatisfação pessoal começa a tomar conta de você.




Então: o que é psicoterapia?


PSICO psykhē - mente, e

TERAPIA therapeuein – curar ou ato de reestabelecer algo que foi perdido,

de origem grega, cuja primeira referência data de 1890.


A psicoterapia é um tipo de terapia que tema a finalidade de tratar os problemas psicológicos, tais com depressão, ansiedade, dificuldades de relacionamento, perdas, lutos entre outros problemas de saúde mental.


Sua forma de realização é dialética efetuado entre um profissional, o psicoterapeuta, que pode ser um psicólogo ou psiquiatra, e o paciente ou cliente.


Por ser uma área da saúde mental, a psicoterapia é a principal linha de tratamento para qualquer assunto referente ao psiquismo. Para isso, propõem intervenções psicológicas, cujos objetivos centrais são:

  • reestabelecer a saúde mental das pessoas,

  • possibilitar ao paciente que compreenda as causas do que lhe aflige, para que então, durante o processo encontre recursos psíquicos para lidar com suas dificuldades, problemas, etc.;

  • criar repertório para que consiga lidar com o que lhe acontece no dia-a-dia, respeitando a sua individualidade e os seus relacionamentos;

  • encontrar por ações e entendimento que solucionem dificuldades pontuais, que o aborrecem, bem como observar questões mais existencial.


Dito tudo isto: VALE A PENA FAZER A PSICOTERAPIA!

R. Dr. João Colin, 1285 - América, Joinville - SC, 89201-010, Brasil

  • Google Places
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn

©2020 por Instituto Realiza Terapias Integradas.